MENU

Notícias

×

Erro

Passed variable is not an array or object

STJD anula decisão do TJD-PI e Parnahyba ainda tem chances de jogar a Série D 2018

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Processo do Parnahyba, que questiona a exclusão na final da Copa Piauí, volta à esfera local. Auditores, por unanimidade, aceitam pedido da defesa azulina, que teve prazo de defesa desrespeitado

O caso Garcês continua sem solução. E pior: longe de uma definição. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu, em sessão desta quinta-feira, anular o julgamento do Parnahyba feito no Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí (TJD-PI), devolvendo o processo para um novo julgamento na esfera local. Excluído da final da Copa Piauí, o Parnahyba tenta êxito na ação para voltar a disputar o torneio. O time foi punido pela escalação do atacante Felipe Garcês, de 17 anos, no returno. O jogador não tinha a idade mínima exigida no regulamento, que determinava inscrição de atletas somente nascidos de 1996 a 1999.

Na sessão desta quinta, os auditores do Pleno do STJD analisaram uma preliminar do Parnahyba, que alegou não ter tido o prazo correto para manifestar defesa no Pleno do TJD-PI, ocorrido no dia 1º de novembro. O STJD, por unanimidade dos votos, acatou o pedido do clube piauiense e mandou o tribunal realizar um novo julgamento.

“Por unanimidade de votos, acolhida a preliminar do Parnahyba para anular a decisão do TJD/PI por desrespeitar o prazo legal de 02 (dois) dias entre a intimação e o julgamento. Determina-se a remessa dos autos ao TJD de origem para o Pleno do TJD/PI proferir o novo julgamento respeitando o prazo legal.”

- Foi aceito uma preliminar de nulidade da citação, foi dado menos tempo do que a lei exige. O STJD mandou que o TJD-PI faça um novo julgamento, com o prazo correto - explicou o advogado do Parnahyba, Manoel Bezerra.

O mérito do caso não foi analisado pelos auditores. Ou seja, o STJD não deu parecer se Felipe Garcês poderia ou não atuar na competição; se o Parnahyba escalou ou não o atleta de forma irregular. A defesa do Azulino ainda aguarda, com esperança, voltar a jogar a Copa Piauí. O torneio sub-20 acabou no dia 11 de novembro, com o título do 4 de Julho. - Criou-se um novo ânimo do STJD apreciar com mais rigor o caso. Mesmo em caso de derrota no TJD-PI novamente, podemos entrar com o recurso nu STJD. Realizar uma nova final, caso tenha o resultado do mérito a nosso favor, é um problema da federação. Se o STJD pedir novas finais, tem que acatar - comentou Manoel Bezerra.

Por: Josiel Martins/Teresina

Popular Post

Parnahyba Sport Clube © 2018. Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por: TDA Informática

Parnahyba Sport Club, Futebol Piauiense